Ayurveda para crianças

Todos nós, enquanto pais, queremos o melhor para os nossos filhos. Queremos prepará-los para a vida, queremos que cresçam saudáveis e felizes. Assim, o desafio para hoje (e todos os dias) é introduzir alguns dos princípios Ayurvédicos na vida das vossas crianças.

DAR AMOR

Não temos que ser perfeitos, nem tão pouco que fazer tudo perfeito, para que uma criança se sinta amada. É importante que lhes seja demonstrada a importância que têm na nossa vida e para isto, é preciso que estejamos presentes, e estar presente não é estar perto, é a maneira como lhes dedicamos atenção, como estamos na nossa relação com eles, como passamos tempo de qualidade.

LIDAR COM EMOÇÕES

Lidar com emoções é dos maiores desafios ao longo da nossa vida. É importante demonstrarmos que nem sempre faremos tudo bem, que cometemos erros, que também nós temos medos, inseguranças, e não teremos respostas para tudo na vida. Uma criança que identifica os seus próprios sentimentos tem abertura para receber as emoções associadas e perceber o que fazer com elas, ao invés de reagir impulsivamente por uma via mais destrutiva. Não obedecer a todas as vontades dos filhos (por exemplo querer um brinquedo novo, comer mais doces, ficar mais tempo numa festa, etc) ensina a que estes aprendam a lidar com as suas frustrações. Estabelecer um canal de comunicação com a criança, para que possa conversar com os pais sobre as suas conquistas e frustrações, ajuda a que a mesma ganhe recursos para lidar com situações emocionais difíceis que possam ocorrer ao longo da vida

RACIOCINIO

Sempre que pedir a uma criança para efetuar uma tarefa específica apoie-a com um raciocínio que ela compreenderá. Isso aumentará a prática de pesquisar e conhecer a razão por detrás de casa decisão. Charaka Samhita diz especificamente para nunca colocar o medo do mal (ou de monstros!) na mente de uma criança para obrigá-la a fazer coisas.

NÃO COMPARAÇÃO

Não compare os seus filhos com outras crianças. Cada pessoa é especial, cada um de nós tem uma essência única! Apoie-os a alcançar os seus objectivos sem comparar os seu ritmo e progresso com a de outras crianças. Muitas vezes os pais entram numa “competição” querendo que os filhos sejam os melhores em tudo e esquecendo-se de que não há problema em falhar, o importante é tentar o melhor.

YOGA

É saudável para as crianças aprenderem desde muito cedo o valor de estarem presentes com os seus corpos e com a sua respiração. Uma forma adequada para ensinar uma criança a estar presente com a sua respiração é pedir-lhe que escolha o seu peluche favorito e o coloque na barriga enquanto se deita (de barriga para cima). Faça com que eles pratiquem como fazer o peluche subir e descer com a onda de respiração enquanto eles inspiram e expiram. Outro desafio, será ensinar á criança asanas simples. As crianças adoram poses com nomes e imitações de animais com os quais estão familiarizados e esta poderá ser um óptima ferramenta. Existem muitas aulas de ioga para crianças também, e nós mesmos podemos ensinar asanas simples a qualquer momento. As crianças geralmente adoram poses com nomes (e imitações) de animais com os quais estão familiarizados (gato, cão, leão, vaca, etc.) . Diz-se que os primeiros Yoguis que habitaram no nosso planeta se inspiraram na natureza da floresta e criaram uma prática corporal de posturas e movimentos inspirada nos animais.

MEDITAÇÃO

Podemos incentivar as crianças a observar os seus corpos e mentes de maneira apropriada à idade, desde que isso seja feito em períodos curtos que as crianças possam administrar. Podem-se sentar e contar suas respirações, observar uma vela enquanto se sentam pacificamente (de uma forma supervisionada com segurança), fechar os olhos e convidar à serenidade por um ou dois minutos.

As crianças também aprenderão muito observando os adultos dedicando-se à atenção plena e à meditação, portanto, priorizar essas práticas por si mesmo certamente terá um impacto de longo prazo.

ROTINAS

Sem uma rotina regular, as crianças enfrentam uma enorme dificuldade em lidar com todos os estímulos que aparecem na sua vida. Consequências comuns são inquietação, hiperatividade e ansiedade. As rotinas criam segurança, estabilidade e confiança para o sistema nervoso da criança, apoiando a sua fisiologia para desenvolver hábitos saudáveis.

ALIMENTAÇÃO

O ideal é que as rotinas alimentares da criança se concentrem em várias refeições substanciais, servidas aproximadamente nos mesmos horários todos os dias, e que forneçam a sua fonte primária de nutrição com um mínimo de lanches entre elas.

No Ayurveda, existem algumas características que se aplicam principalmente às crianças. O Kapha dosha é dominante nos primeiros anos de vida de uma criança o que também explica seu forte desejo por doces. Se der a uma criança uma pequena quantidade de algo doce (por exemplo, uma colher de molho de maçã ou uma sobremesa) antes da refeição principal, isso ativa o fogo digestivo e, assim, os nutrientes da refeição serão melhor metabolizados. Se quiser, e como é típico na nossa cultura ocidental, pode comer uma sobremesa doce depois. Doce nem sempre significa não saudável. Uma papa preparada com frutas maduras e doces é delicioso e saudável!

Estimule todos os 6 sentidos em cada refeição, introduzindo todos os 6 sabores (doce, azedo, salgado, picante, amargo, adstringente). Todos eles têm efeitos no corpo e na mente de uma criança (ou adulto!). Prepare as refeições dos seus filhos o mais frescas possível pois não só é mais saudável como tem um sabor mais agradável.

Faça com que o seu filho beba água morna regularmente entre as refeições. Isso torna o trato digestivo mais forte, enquanto uma bebida fria o enfraquece.

SONO

Estabelecer uma rotina de sono faz toda a diferença na vida de uma criança (e da família), além de garantir um descanso saudável. Desenvolva o máximo de consistência possível, deitando a criança sempre á mesma hora. Do ponto de vista Ayurvédico, o dia deve começar cedo, idealmente antes do nascer do sol, o que para uma criança será relativamente fácil, uma vez que estas, habitualmente acordam cedo.

Como personalizar a sua agenda noturna com base no Dosha do seu filho?

NOTA FINAL

Os filhos são observadores atentos e tendem a copiar os comportamentos dos pais. Enquanto pais, também devemos dedicar algum tempo a fazer uma introspecção acerca do nosso próprio comportamento.

 

Micaela Ataíde,
Formanda do 1º ano do Curso de Terapeuta de Medicina Ayurveda (2020/23)

Foto: Lorri Lang from Pixabay

Enviar uma resposta

O seu email não será publicado.