TIPOS DE DIETA VS DIETA AYURVEDA

5 DIETAS APOIADAS PELA CIÊNCIA

Segundo a ciência, embora muitas dietas possam funcionar, o segredo é encontrar uma de que goste e que possa cumprir a longo prazo.
Aqui estão 5 dietas saudáveis que são cientificamente comprovadas como eficazes.

1. DIETA COM BAIXO TEOR DE HIDRATOS DE CARBONO

A dieta integral com baixo teor de hidratos de carbono é supostamente perfeita para pessoas que precisam de perder peso, otimizar a saúde e diminuir o risco de doenças.

É flexível, permitindo que se ajuste na ingestão de hidratos de carbono de acordo com os seus objetivos. Esta dieta é rica em vegetais, carne, peixe, ovos, frutas, nozes e gorduras, mas pobre em amidos, açúcares e alimentos processados.

2. DIETA MEDITERRÂNEA

A dieta mediterrânea é uma excelente dieta que foi exaustivamente estudada. É particularmente eficaz para a prevenção de doenças cardíacas. Ela enfatiza os alimentos consumidos na região do Mediterrâneo durante o século 20 e antes.

Como tal, inclui muitos vegetais, frutas, peixes, aves, grãos inteiros, legumes, laticínios e azeite extra virgem.

3. DIETA PALEO

A dieta paleo é uma dieta muito popular, eficaz para perda de peso e melhoria geral da saúde. Atualmente, é a dieta mais popular do mundo.
Ela estabelece foco em alimentos não processados
que se assemelham aos disponíveis para alguns dos ancestrais paleolíticos da humanidade.

4. DIETA VEGAN

A dieta vegan tornou-se cada vez mais popular na última década. Está relacionada com uma filosofia de vida e com uma série de benefícios para a saúde, incluindo perda de peso, saúde do coração e melhor control do açúcar no sangue.

A dieta é baseada exclusivamente em alimentos vegetais e elimina todos os produtos de origem animal.

5. DIETA SEM GLÚTEN

A dieta sem glúten aparece como essencial para pessoas que são intolerantes ao glúten, uma proteína encontrada no trigo, centeio e cevada.
Para uma saúde ideal, deve concentrar-se em alimentos integrais que são naturalmente sem glúten. Comida lixo sem glúten ainda é comida lixo.

Existem tantas dietas que pode parecer opressor simplesmente encontrar uma para experimentar.
No entanto, é importante observar que alguns padrões alimentares têm mais relevância científica do que outros. Esteja procurando perder peso ou simplesmente melhorar a sua saúde geral os cinco exemplos listados acima aparecem como um bom ponto de partida.

DIETA AYURVEDA

Ayurveda transforma completamente a relação com a comida. O alimento tem o potencial de equilibrar corpo, mente e espirito e alimentação é vista como um pilar da saúde.

De acordo com o Ayurveda, cinco elementos constituem o universo – Vayu (ar), Jala (água), Akash (espaço), Agni (fogo) e Prithvi (terra).
Esses elementos formam três doshas diferentes, e a sua combinação dá também forma a todo o universo, cada dosha é responsável por funções fisiológicas específicas. PITTA contem a energia da transformação, é responsável pela digestão, absorção, cognição, e visão. VATA a energia do movimento, responsável pela eliminação, circulação e actividade dos orgãos dos sentidos. KAPHA a energia da estrutura e lubrificação, coesão, responsável pela memória, estrutura física e imunidade.

A dieta Ayurveda é um componente da Ayurveda e é praticada há milhares de anos. É baseada na determinação do dosha dominante, do desequilibrio e na ingestão de alimentos específicos para promover o equilíbrio entre os três doshas, mas mais ainda na caracterização e melhoria do Agni – fogo digestivo.

COMO FUNCIONA?

A dieta Ayurveda é um tipo de plano alimentar que estabelece diretrizes sobre quando, como e o que se deve comer com base no seu dosha e estado do agni.
São tidos em conta também os 6 sabores – doce, salgado, adstringente, ácido, amargo e picante; assim

como atributos opostos – pesado/leve, frio/quente, oleoso/seco, macio/áspero, etc…
De acordo com esta dieta, o dosha determina quais alimentos que devemos comer com vista nestes e noutros elementos de forma a promover o equilíbrio interior.

Comida mal digerida, transforma-se em ama – fator causal de desequilíbrio fisico e até mental.
Não somos apenas aquilo que comemos mas aquilo que não digerimos. Quando a dieta é correta, a medicina não é necessária, citando Hippocrates “Que o teu alimento seja o teu remédio e o que o teu remédio seja o teu alimento”

A dieta Ayurveda é um padrão alimentar focado em promover o equilíbrio corpo/mente/espírito, seguindo as orientações sobre o estado dos doshas, a rotina diária e a rotina sazonal.

BENEFÍCIOS

INCENTIVA ALIMENTOS INTEGRAIS

Embora a dieta ayurveda tenha diretrizes específicas para cada dosha, a dieta como um todo incentiva a ingestão de alimentos integrais, como frutas, vegetais, grãos e legumes.

A dieta também minimiza os alimentos processados
e refrigerados que geralmente carecem de fibras e vitaminas e minerais importantes, ajudar a proteger contra doenças crónicas e promover uma saúde melhor.

PODE PROMOVER PESO IDEAL

Visto que a dieta Ayurveda enfatiza alimentos integrais ricos em nutrientes, alinhado com a necessidade de cada um ela pode promover até a perda de peso.
Pessoas mais Pitta ou Kapha demonstram que seguir a dieta Ayurveda levou a uma melhoria no peso e na saúde geral, elas supostamente tendem a ser mais pesadas do que aquelas com dosha Vata.

Seguir um programa de mudança de estilo de vida baseado no Ayurveda, inclui mudança não só na dieta, mas também na integração de práticas de yoga.

PROMOVE MINDFULNESS

Além dos alimentos que ingere, a atenção plena é outra parte importante da dieta Ayurveda.
Mindfulness é uma prática que envolve prestar muita atenção a como se sente no presente.

Em particular, a alimentação consciente enfatiza a minimização das distrações durante as refeições para se concentrar no sabor, na textura e no cheiro da comida.
A prática da alimentação consciente reduz o peso corporal, depressão, stress e a compulsão alimentar.

ALIMENTOS PARA COMER

No Ayurveda, os alimentos são classificados com base em qualidades físicas e na maneira como interferem no corpo. Isso ajuda a determinar quais ingredientes funcionam melhor para os diferentes doshas .

Seguem alguns dos alimentos podemos comer com base no dosha predominante, assim como sabores e atributos recomendados:

  • PITTA

Proteína: aves em pequenas quantidades, claras de ovo
Laticínios: leite, ghee, manteiga
Frutas: frutas doces e totalmente maduras como laranjas, peras, abacaxis, bananas, melões e mangas
Vegetais: vegetais doces e amargos, incluindo repolho, couve-flor, aipo, pepino, folhas verdes, batata doce, cenoura, abóbora e couve de Bruxelas Legumes: grão de bico, lentilha, feijão mungo, feijão preto, feijão vermelho Grãos: cevada, aveia, arroz basmati, trigo
Nozes e sementes: pequenas quantidades de sementes de abóbora, sementes de linhaça, sementes de girassol, coco
Ervas e especiarias: pequenas quantidades de pimenta-do-reino, cominhos, canela, coentro, endro, açafrão

Sabores: doce, amargo e adstringente Atributos: frio, seco, pesado, denso, duro

  • VATA

Proteína: pequenas quantidades de aves, frutos do mar
Laticínios: leite, manteiga, iogurte, queijo, ghee
Frutas: frutas totalmente maduras, doces e pesadas, como bananas, mirtilos, morangos, toranjas, mangas, pêssegos e ameixas Vegetais: vegetais cozidos, incluindo beterraba, batata doce, cebola, rabanete, nabo, cenoura e feijão verde
Legumes: grão de bico, lentilhas, feijão mungo
Grãos: aveia cozida, arroz cozido
Nozes e sementes: qualquer, incluindo amêndoas, nozes, pistacho, sementes de chia, sementes de linhaça e sementes de girassol
Ervas e especiarias: cardamomo, gengibre, cominhos, manjericão, cravo, orégãos, tomilho, pimenta preta
Sabores: doce, ácido e salgado Atributos: quente, oleoso, pesado, suave

  • KAPHA

Proteína: aves em pequenas quantidades, frutos do mar, claras de ovo Laticínios: leite desnatado, leite de cabra, leite de soja
Frutas: maçãs, mirtilos, peras, romãs, cerejas e frutas secas como passas, figos e ameixas
Legumes: espargos, folhas verdes, cebolas, batatas, cogumelos, rabanetes
Leguminosas: qualquer, incluindo feijão preto, grão de bico, lentilha Grãos: aveia, centeio, trigo sarraceno, cevada, milho, painço
Nozes e sementes: pequenas quantidades de sementes de abóbora, sementes de girassol, sementes de
linho
Ervas e especiarias: qualquer, incluindo cominhos, pimenta-do-reino, açafrão, gengibre, canela, manjericão, orégãos e tomilho

Sabores: picante, amargo e adstringente Atributos: quente, seco, leve, penetrante

Dependendo do seu dosha, existem diretrizes específicas sobre quais alimentos comer como parte de uma dieta ayurveda.

DICAS PARA COMER DE FORMA MAIS CONSCIENTE:

  • Iniciar a refeição com um momento de gratidão e reverência – Mastigar de forma mais consciente
  • Comer em silêncio
  • Consumir a quantidade adequada de alimento e liquidos
  • Ingerir mais alimentos frescos sattvicos e menos rajasicos e tamásicos
  • Petiscar de forma inteligente
  • Caminhar 100 passos depois das refeições
  • Fazer do almoço a maior refeição
  • Acalmar a mente de emoções fortes antes de comer
  • Comer num sítio agradável

CONCLUSÃO

Integrado na nossa rotina diária – Dinacharya e sasonal – Ritucharya, está o acto de comer. As refeições nem sempre são consideradas como um acto de cuidado pessoal, de amor, mas é essa a principal mensagem do Ayurveda. A comida é o elemento número um que promove o bem estar e merece toda a nossa atenção e cuidado. Como e quando comer leva-nos a um estado de consciência que revela se a comida está a ser ou não digerida, se a devemos comer fria ou quente, qual a textura e quantidade.

Os hábitos são os que trazem maior potencial na forma em como nos nutrimos pois são os mais frequentes, aliados ás melhores escolhas e orientação, promovem a saúde.

Contactar um terapeuta Ayurveda para fazer acompanhamento e aconselhamento sobre quais os alimentos, quais as rotinas e qual a acção correta, trará certamente um equilíbrio à sua vida.

 

Mariana Martins – 2º Ano Terapeuta Ayurveda BMQ Coimbra
Novembro 2020

Enviar uma resposta

O seu email não será publicado.