Purushartas – Objetivos da Vida

Conforme prometido no meu 1º artigo aqui no Blog da Amayur (link artigo), volto para falar sobre Purushartas ou Objetivos da Vida. Um assunto muito importante que aprendi no curso de Terapeuta de Medicina Ayurveda e que agora compartilho aqui, para não se tornar um “arquivo morto” dentro da minha cabeça.

Os Purushartas ou Objetivos da Vida de acordo com o sistema védico são objetivos originais da alma humana e o não cumprimento deles pode levar a desequilíbrios e a doenças.

Eles são 4:

  • Dharma é o primeiro deles e apesar de bastante falado é pouco compreendido. Tem um significado amplo, em alguns textos, designa comportamentos humanos necessários ao universo, a toda a vida na natureza, na sociedade, em família e ao próprio individuo. O que se pode chamar de ordem social ou conduta reta.

Aqui o consideramos vocação, talento, o seu papel no mundo ou ainda “caminho para a verdade superior”, portanto quem vive de acordo com o seu Dharma, alcança mais rapidamente Moksha ou a libertação espiritual.

 

  • Artha é o segundo e significa prosperidade, não só de bens materiais que são absolutamente necessários para se viver com dignidade e conforto, mas também como prosperidade intelectual, ao se ganhar conhecimentos para executar melhor o seu Dharma e ainda prosperidade espiritual que é o nosso maior objetivo no caminho da libertação e da felicidade. Artha enquanto ligado ao Dharma é considerado virtuoso, porque deixa de ser um fim e passa a ser um meio, pelo qual buscamos a nossa autossuficiência de forma ética e moral, o que nos dá equilíbrio e permite a realização dos objetivos espirituais.

 

  • Kama é o terceiro e significa felicidade, prazer, bem-estar. Está ligado não só a satisfação dos sentidos e dos desejos como por exemplo o sexo, onde o termo é mais conhecido, mas também como prazer na música, arte, dança, natureza e ainda o prazer na prática de uma boa ação. É considerado o objetivo básico da vida e deve ser vivido com consciência e sem prejudicar ninguém.Há quem diga que “Dharma gera Artha que compra Kama”.

 

  • Moksha é o quarto e o principal objetivo da vida, a libertação espiritual, é também considerado o conhecimento que resulta do profundo desenvolvimento da consciência, através do qual os indivíduos são capazes de optar por ações corretas e não condicionadas ao meio, o que revela a verdadeira libertação. Os 3 objetivos anteriores, Dharma, Artha e Kama são externos e secundários, ou seja, são apenas o caminho para chegar ao principal objetivo que é Moksha.

 

Os 3 primeiros nunca devem ser vistos como objetivos principais a fim de se evitar caminhos e ações incorretas que podem acarretar doenças físicas e mentais.

Quando seguimos a nossa verdadeira natureza (o Dharma) com retidão, conseguimos alcançar a estabilidade material de forma equilibrada e honesta, sentimos o prazer da felicidade que foi chegar até este ponto e é aí que Moksha, a libertação, se revela.

Espero ter te inspirado a seguir (ou mesmo a procurar) o seu Dharma e ter como objetivo principal da sua vida: Moksha!

Namastê

 

Natália Massaad

Formanda do 1º ano do Curso de Terapeuta de Medicina Ayurveda
sob coordenação de Marisa Mestre

Enviar uma resposta

O seu email não será publicado.